12 de dezembro de 2011

Autoridade Negativa



Até agora, vimos o lado positivo da autoridade. O aspecto negativo aparece quando a cabeça não exerce a função de autoridade, ou pior, quando está em uma posição de iniqüidade. A lei da autoridade de Deus oferece proteção e bênção aos símplices. Uma perversão da autoridade pode oferecer ao inimigo um modo de atacar aqueles que estão submetidos a uma cobertura incrédula. As congregações ficam sujeitas aos espíritos religiosos que ensinam heresias por meio de um pastor. As crianças ficam abertas aos ataques de forças que controlam seus pais incrédulos, e as mulheres ficam vulneráveis para as forças que estão trabalhando por meio de seus maridos. Aquele que está na posição de autoridade e envolve-se em imoralidade não pode oferecer a cobertura espiritual, que é uma parte necessária da autoridade. Não somente todas essas atividades precisam parar, mas todas as conexões com o passado precisam ser rompidas, abandonadas e confessadas.
O pecado é mais do que um ato; é um estilo de vida da descrença que resulta na obediência à Palavra de Deus - uma exaltação de si mesmo acima de Deus. Deus não força ninguém a agir de forma correta. Quer que nos voltemos para ele com disposição no coração e pela fé, e em arrependimento. Fé em Deus é mais do que conhecimento; é uma atitude de confiança, cedendo à autoridade de Deus.
"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoardor dos que o buscam." [Hebreus 11:6]
Quando uma pessoa estabelece um padrão de respostas pecaminosas, permite que Satanás crie fortalezas em sua vida. Embora o Senhor Jesus tenha vencido o inimigo por meio da sua morte na cruz, o inimigo fixa-se em qualquer terreno que tenha tomado antes da conversão de um indivíduo. Isso aplica-se a todos os membros da família; pai, mãe, filho ou filha. Somente por meio do nome de Jesus Cristo e da conduta cristã santa é que o inimigo pode ser desalojado e expulso.
Enfrentamos tribulações e circunstâncias difíceis somente porque Deus permite que venham sobre nós. Qualquer outra teologia diz que Deus não está no controle e que Satanás é maior; ele não é. Deus é maior e mais poderoso. Somente aquilo que passa pela mão de Deus, que ele permite, tocará nossas vidas. Deus estabeleceu um critério moral que, se seguido, restringe o acesso de Satanás ao homem. Transgredir esse critério moral abre a porta para a aflição demoníaca. Para tornar uma proteção eficiente em sua família, o chefe precisa obedecer a Deus e seguir seus passos. O profeta Jeremias descreve o que aconteceu com Israel quando o povo quebrou a aliança e perdeu a proteção. Falando pelo povo, ele diz:
"O jugo das minhas transgressões está atado pela sua mão; elas estão entretecidas, subiram sobre o meu pescoço; e ele abateu a minha força; entregou-me o Senhor nas mãos daqueles a quem não posso resistir." [Lamentações 1:14]
O que está acontecendo hoje na igreja, em que muitos estão sucumbindo aos ataques satânicos? Poucos têm compreensão para resistir. Satanás está vindo contra eles e as forças deles falham. Freqüentemente, isso está relacionado com o pecado na vida do cristão. Eles recusam-se a serem examinados pela Palavra de Deus ou de se submeter à sua autoridade; não estão vindo para a luz para terem seus pecados expostos. Em vez disso, praticam fornicação e lascívias de todos os tipos. Sentam-se passivamente diante de seus ídolos na televisão e consomem material pornográfico. Outros não oram o suficiente, não buscam o Senhor diariamente, e não têm comunhão íntima com seu amado Salvador. Depois, ficam se perguntando por que o inimigo saqueia seus lares. Como podemos ser tão cegos! Nossos pecados forçaram o Senhor a remover seu escudo de proteção à nossa volta.
A autoridade eficiente requer uma ruptura com todo o envolvimento com a imoralidade e com o ocultismo. Tudo isso propicia a aflição demoníaca sobre o chefe da família e, por meio dele, sobre todos os membros da família. Algumas áreas de aflição demoníaca são: Drogas (incluindo álcool, fumo, tranquilizantes (Valium, Fenobarbitol, etc.), idolatria familiar (Êxodo 20:5); imoralidade de todos os tipos; perversões sexuais (homossexualidade, pornografia, etc.); desonestidade (mentir, furtar, dar falso testemunho, etc.); atividades ocultistas (adivinhação, encantamentos, percepção extra-sensorial, telepatia, parapsicologia, astrologia, clarividência, feitiçaria, o jogo Dungeon and Dragons (A Caverna do Dragão), o símbolo da paz, a estrela de Davi, tatuagens; cura ocultista (curas psíquicas, curas espirituais, imposição das mãos em seitas ou no ocultismo) cura da Ciência Cristã, curas psiquiátricas, etc.); religiões não-cristãs (inclusive seitas, Ciência Cristã, Unidade, Islamismo, Mormonismo, Testemunhas de Jeová, Catolicismo Romano, Hinduísmo, Budismo, o Caminho, Unitarianos, Igreja da Unificação do Reverendo Moon, Bahai, etc.); ordens e sociedades secretas (Maçonaria, Estrela do Oriente, Sociedade Rosa-Cruz, etc.); idolatria (imagens ou pôsteres de unicórnios, cavalos voadores (Pégaso), fadas, magos, duendes, seres demoníacos, astros da música Rock, astros do cinema, santos católicos, etc.) Conduta pessoal (raiva, violência, inveja, ciúmes, orgulho); filmes ocultistas e muitos programas de televisão (a maioria dos programas infantis, incluindo desenhos produzidos pelos estúdios Walt Disney); jogos de azar (dados, bingo, baralho, cassinos, corrida de cavalos, loteria, etc.); música Rock (incluindo o assim chamado Rock cristão ou "música cristã contemporânea").