30 de outubro de 2011

Sobre o amor, o homem, Deus, o aqui e o além.


"O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."
O amor é sofredor porque caminha com a liberdade. Quem ama, deixa livre e, por isso, sofre. O amado nem sempre escolhe, em sua liberdade, o que quem ama espera, mas quem ama espera pacientemente que seja atendido. O amor não busca seus próprios interesses.
Fe, esperança e o amor
Ele sofre por isso, mas acredita em mudanças de atitude. Quem ama não se impõe, mas espera ser ouvido, compreendido e atendido. E nessa espera, é fácil se frustrar, mas o amor não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor é bondoso, é paciente.
Quem ama não se gloria, o amor não é orgulhoso. O amor sofre com a injustiça. Em vez de apontar o dedo e gritar que estava certo, quem ama sofre ao ver a liberdade sendo usada de forma errada. Mas o amor se alegra com a verdade. O amor suporta o que sofre ao ver a injustiça porque acredita em arrependimentos e espera mudanças de atitude.
É por isso que o amor nunca acaba: ele não se cansa de novos começos.

A fé, a esperança e o amor

Assim, permanecem estes três: a fé, a esperança e o amor.
Só quem ama é capaz de acreditar.
Só quem ama é capaz de esperar.
Quem espera, pacientemente espera porque não viola a liberdade de quem é alvo do seu amor; não busca seus próprios interesses e, por causa disso, sofre. Mas quem ama não se ira facilmente, não condena porque acredita e espera. O amor não se gloria, não se orgulha. O amor tem fé, o amor acredita, espera e se alegra com a verdade.
O amor dura para sempre.

Deus é -a expressão exata do- amor

Todo ser humano é capaz de amar porque carrega em si a semelhança de seu Criador. Em amando, a Imago Dei aparece. Que possamos perceber isso ao máximo e vivê-lo nas dimensões eros, fileo e ágape. Infelizmente, hoje, só experimentamos isso em parte, mas quando vier O que é perfeito, contemplaremos face a face. Hoje, vivemos somente os vestígios, mas são índices que sinalizam coisas muito grandes.

Venha o Teu Reino, seja feita Tua vontade aqui, como é aí, Pai Nosso.

Deixe seu comentário, Deus abençoe!

Atenciosamente,
Enviado por Débora Angelo Rodrigues sigam no twitter @dbrangelo